Das separações

Hoje, dia 23 de abril, dia de São Jorge, completam-se exatos seis anos desde que meu sogro, o avô da Marina por parte de pai, faleceu. Eu já namorava o Luiz há uns três anos e foi um momento muito delicado. Eu nunca havia passado por nada parecido. Recapitulando a história, eu não tinha, assim, […]

A volta ao trabalho e o coração pequenininho, pequenininho

Foram 9 meses de gravidez e mais 5 meses e meio grudadas, como se fossemos uma só pessoa. Mas aí chegou o inevitável dia da separação. Depois de uma boa lambuja dos chefes, que estenderam minha licença por mais um mês, tive de voltar ao escritório. A dúvida babá ou escolinha felizmente não precisou de […]