Na muvuca


Sábado o Luiz foi viajar a trabalho e eu resolvi aproveitar o embalo e acordar cedo para ir à Rua 25 de Março, comprar umas bugigangas coisinhas de decoração para o chá de bebê da Marina. O típico programa de índio que, confesso, eu adoro. Ele me disse que eu era maluca de ir sozinha para um lugar tão cheio estando grávida, etc, etc. Mas, imagina… Eu? Quem é que ia me impedir de fazer alguma coisa que eu queria? Ninguém nunca conseguiu, por que é que uma simples barriga com um bebê dentro seria um obstáculo? Fui lá, toda, toda.

25Cheguei lá e comecei as andanças. Como era bem cedo, ainda havia espaço para eu circular livremente com a minha barriga. Um empurrãozinho daqui, um tropecinho acolá… Mas nada de tirar o humor de ninguém. Disposição! Vamos lá. Entrei em uma loja de artigos de festa e já achei várias coisas que constavam na minha listinha. Beleza. Os corredores começavam a encher, o calor começava a aumentar e eu precisava dar certas cotoveladas para conseguir chegar a alguns itens. Tranquilo. Normal para um sábado na 25.

Quando fui para o caixa, uma fila gigantesca ocupava quase um corredor inteiro. E preferencial para gestante para quê, né? Deixa a grávida lá. Não costumo ter problemas com isso. Nem espero mais que as pessoas se comovam e como, pelo menos por enquanto, não tenho problema em ficar de pé ou passar mal, encarei, na boa. Não vou me estressar. Depois de tudo, chegou a minha vez e eu estava sacando o cartão da bolsa para pagar, quando senti minha pressão baixando. Tudo sob controle. A moça só precisava por meu cartão na maquininha, eu ia colocar a senha, tudo daria certo, eu sairia dali e encontraria um canto para sentar, até o mal estar passar. Aqueles minutos foram eternoooos. A máquininha com sistema lento, a moça também um pouco lenta… Mas eu me escorei no balcão e consegui terminar a transação.

Saí de lá e sentei no degrau da loja. Esperei a pressão voltar. Fiquei alguns minutos ali, parada, até a situação melhorar e depois entrei no primeiro bar que eu vi, sentei e tomei uma Coca-cola. Ok, ok, sei que refrigerante não faz bem, principalmente se ele tiver cafeína, bla bla bla, mas era uma situação de emergência e aquilo me salvou. Depois, comprei um daqueles carrinhos tipo de feira para não ficar carregando as sacolas pesadas e pronto. Consegui enfrentar tudo e comprar tudo o que eu precisava.

Porém, a experiência serviu para eu entender que, pelo menos nesse momento da minha vida, SIM, EU TENHO LIMITAÇÕES. Não dá para querer sair por aí fazendo tudo sozinha como se nada tivesse mudado. No final, nem aconteceu nada tão grave assim. Mas e se eu tivesse desmaiado? No meio do povo? E se eu tivesse algo mais sério? Melhor não arriscar, né? Então, grávidas do meu Brasil, não acho que devemos nos sentir “doentes” ou ficar de frescura. A vida segue normalmente e a gente pode, sim, encarar muitas tarefas como qualquer outra pessoa. Só que, se possível, evitem roubadas MUITO ROUBADAS e furadas nível hard, tipo ir sozinhas a lugares muito cheios, tá? Pode dar tudo certo, como foi o meu caso, mas pode não ser legal.

Fora isso, preciso compartilhar mais duas coisas que aconteceram nesse meu passeio de índio.

dv7660951) Uma das lojas em que eu entrei era superapertada e tinha várias coisas de cozinha, que eu amo. Não resisti e passeei pelos corredores para fuçar nos cacarecos. Só esqueci de um detalhe: grávidas são estabanadas. E eu que já sou uma pessoa estabanada por natureza devo estar com essa característica elevada, no mínimo, à 256ª potência. Adivinha? Acho que quebrei umas cinco coisas dentro do lugar. Sério. Sorte que a vendedora era bozinha e disse pra eu ficar tranquila, que aquilo acontecia sempre. Era muita gente, corredores estreitos… Enfim.

Li em vários lugares (no site Baby Center e no famoso livro O Que Esperar Quando Você Está Esperando) que ficar atrapalhada, desequilibrada, desengonçada e tudo mais é normal na gestação porque nosso centro de gravidade se altera, por conta do aumento do peso do útero, e porque os hormônios deixam as articulações mais frouxas. É. Grávida é um perigo.

25a2) Aproveitei para comprar dois sutiãs de amamentação – daqueles horrorosos, que abrem na frente e geralmente são beges – e um pijama de maternidade. Quase dei um beijo na vendedora quando ela me disse que meu número de sutiã devia ser 46. 46? Nunca pensei que algum dia na minha vida eu pudesse comprar um sutiã 46! Eu, que sempre fui uma pessoa “despeitada”… Que alegria! Pena que a lei da gravidade provavelmente não me deixará ser feliz por tanto tempo né? Sei que eles vão cair depois. Mas vou deixar para pensar nisso mais tarde. Por enquanto, vou aproveitando os sintomas positivos da gravidez e preencher um decote dignamente, com certeza, é um deles!

Anúncios

6 opiniões sobre “Na muvuca

  1. Voce realmente é uma mulher corajosa, eu não gosto de ir na 25 de março nunca, imagina grávida…… por isso sou sua fã, mas só pra corroborar com a conclusão que voce mesma chegou ….. tem coisas que não precisam ser feitas nessa época, principalmente sozinha. Juízo !

  2. Oi flor, estou aqui visitando seu blog e adorei! Olha, fica mais calminha nessa fase pq vc vai precisar de mais força para respirar e disposição tb. Cuidado com mta muvuca viu??? Eu fui trabalhar gravid[issima e barrigudíssima em um evento da minha agência, no meio teve um empurra empurra entre uns caras e uma cotovelada acertou minha barriga, na hora comecei a chorar hehehe (os hormônios me ajudaram). Que venha um baby cheio de saúde pra vc cheirar e amar mtoooooooooooo! bjssssssssssssss

  3. 25 de março são para poucas e nessa situação nem pensar…………bjs doidinha se cuida estou aguardando o convitinha do chá

  4. Pingback: Parto humanizado em São Paulo: sim, é possível! | Casa, cozinha e fralda trocada

  5. Pingback: O chá de bebê da Marina | Casa, cozinha e fralda trocada

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s